quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Periferia.com

Por: João Daniel Donadeli
As lan houses invadem as regiões pobres e periféricas da metrópole e mudam o cotidiano de seus moradores; comerciantes locais, levados pelo vácuo digital, sem ao menos ter tido algum contato com o computador, se aventuram na empreitada de uma lan house; a periferia das cidades, com todas as suas carências, absorve vorazmente esse novo meio de “entretenimento” como se fosse o único, o que, de certa maneira, é.
Eis o cenário que queria retratar em Periferia.com, projeto selecionado pela quarta edição do DOCTV, programa federal de estímulo à produção de documentários.
E a ideia para o que se tornaria o documentário Periferia.com surgiu assim: depois de mais de quinze anos morando na periferia e, como a maioria, trabalhando em outras regiões, observava que as lan houses, inicialmente exclusivas das regiões mais ricas, começavam a pipocar na periferia paulistana.
Escolhi um parceiro, para revelarmos juntos esse processo: Alexandre Rampazzo, documentarista que conhecera na faculdade, depois de ter escrito um comentário sobre filme de sua autoria que retratava o trabalho escravo.
Desde o início da produção, nosso propósito era o de revelar as mudanças cotidianas das crianças da periferia, que sempre improvisaram momentos de diversão com pipas, carrinhos de rolimã, partidas de futebol no campinho. Percebíamos que essas brincadeiras mais tradicionais cediam espaço aos atrativos dos computadores das lan houses.
Porém, foi só em campo que as coisas tomaram forma. Descobrimos que as mudanças seguiam a ordem natural da própria era digital, e aquelas brincadeiras “analógicas” que ficavam para trás apenas acompanhavam um processo de renovação.
Decerto não podíamos esperar que, em pleno século XXI, a molecada, mesmo pobre e periférica, se mantivesse contraditoriamente “alienada” aos novos tempos.
Em campo, também percebemos que as lan houses que motivaram o Periferia.com eram apenas a ponta do iceberg digital e que outras já estavam lá, no gueto dos guetos, havia muito mais tempo.
O critério de escolha dos personagens privilegiou gente de fato envolvida no processo de inclusão tecnológica da periferia e não apenas especialistas acadêmicos, opinando, muitas vezes, sobre um processo totalmente alheio e desconhecido.
Por isso, proprietários de lan houses, líderes comunitários, crianças da quebrada e coordenadores de ONGs de inclusão digital são a voz fundamental do documentário, as fontes principais. E todos, incluindo os especialistas ouvidos, não são identificados no filme por sua posição social, ou cargo. Periferia.com quis colocar todos em um único patamar conceitual.
As animações em Blender 3D são parte do que se pretendia revelar da mudança: a imagem animada ficcionalmente sobre um processo real em transformação, com base nas novas tecnologias.
Quando se busca retratar a realidade da maneira como se apresenta, a maior dificuldade que o documentarista encontra é fazer com que essa realidade se encaixe em seu projeto, e é claro que ela se nega a ser conduzida.
Então coisas acontecem sem que se possa prever. Foi o que aconteceu com a maioria dos nossos personagens, que assumiam a direção das entrevistas e entrevistavam pessoas que não estavam na pauta, como o diretor da escola que conversa com a classe e o radialista que entrevista os rappers. A grande sacada de Periferia.com, na minha modesta opinião, é exatamente essa: dar voz à periferia e deixar que ela fale por si.
Em síntese, Periferia.com revela essa gente marginalizada e isolada pela segregação econômica e social, que encontra nas lan houses não só uma forma de entretenimento, mas também uma maneira de se mostrar para o mundo e também de ver o mundo. É um modo de participar desse processo global e hegemônico como pode, com os meios que lhe são disponíveis.
Periferia.com (Brasil, 52 min.)
Autor: João Daniel Donadeli
Diretores: João Daniel Donadeli e Alexandre Rampazzo
Publicado originalmente no site Jornalirismo

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Exibição "PERIFERIA.COM" 20/08


clique na imagem para ver com melhor resolução

Cine clube Pólis
RUA ARAÚJO, 124, CENTRO
ESQUINA COM A GAL. JARDIM, PRÓXIMO AO METRÔ REPÚBLICA

terça-feira, 30 de junho de 2009

PERIFERIA.COM - DIA 03/07 às 22:40




Periferia.com estreia sexta feira dia 03/07 às 22:40 na TV CULTURA - DOCTV IV, não percam...

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Doctv estreia em Junho.



Os documentários realizados pelo DOCTV IV começam a ser exibidos em junho na rede de tv publica do Brasil, o filme PERIFERIA.COM, vai ao ar a partir do dia 28/06 na TV Brasil e dia 03/07 às 22:40 na TV CULTURA, aguardem...

sábado, 31 de janeiro de 2009

Primeiras Imagens

video

Essas são apenas algumas imagens para que possam ter idéia do que rolou durante as filmagens.

Filmagens

João Daniel, Heliópolis.



Jogando Counter Strike (Lan house do Sonrisal) Heliópolis.

João Daniel e Alexandre Rampazzo, (Lan house do Anderson) Heliópolis.



Hora do Lanche, Heliópolis.



Alexandre Rampazzo, ( Lan do Panda) Brasilândia.




Lan house e mercearia, Brasilândia.


Comunidade, Jardim peri



Rafael, Heliópolis.




Caos eletrônico, Heliópolis.



Lan house e Garagem, Heliópolis.



Bea e João Daniel, Brasilândia



Alexandre e Rafael, primeira lan do Heliópolis.




Alexandre e a cadeira do diretor, Brasilândia.




Viélas do Heliópolis.



João Daniel e Alexandre Rampazzo, diretores.